mel pergunta
"Escreva lembretes, desde alertas no celular ou computador e mensagem na porta do quarto, para que você não esqueça as tarefas importantes e se organize melhor no dia a dia."
Clique em "boa dica", acumule favos de Mel e troque por E-Books ou descontos na Loja OZ!

ozlojaozloja
  • Verificando Tweets...
    organizesuavidaorganizesuavida
    • Verificando Tweets...

      Como se organizar para ter um cão

      Sonhando em ter um cachorrinho de estimação?

      Sonhando em ter um cachorrinho de estimação? Há várias raças, cada uma com características diferentes. Mas antes de se decidir entre um deles lembre-se de uma coisa: os animais não são objetos dos quais podemos nos desfazer pelo simples mudar de gosto ou idéia. Chegam tomando espaço na casa inteira e também em nosso coração. Prepare-se para recebê-los sem se arrepender depois.

       
      Brinquedos
      Adquira todos os itens necessários antes de trazer seu filhote para casa. 
      Ele vai querer brincar com sapatos, meias, poltronas, portas e qualquer outra coisa que possa mordiscar. 
      Por volta dos seis meses é importante que você compre brinquedos próprios para este fim, já que os dentes definitivos começam a nascer.
       
      Certifique-se que o brinquedo não seja de material sintético, não tenha partes metálicas e que tenha tamanho apropriado.
       
      Tigela de comida
      Preste atenção também na escolha da tigela de comida. 
      Se ela for muito pequena seu cão não vai conseguir abrir a boca totalmente para se alimentar, terminando por virar a tigela e espalhar a ração no chão. 
      As tigelas devem sempre ficar a altura do peito de seu animal para maior conforto então, à medida que ele cresce, ela deve ser suspensa do chão, evitando que seu bichinho engula ar enquanto come (aerofagia). As pet shops estão equipadas com mesas apropriadas para todos os tipos de portes de cães.
       
      Área de dormir
      Na hora de escolher um lugar para seu cãozinho dormir, dê preferência a locais onde ele possa se refugiar quando houver visitas em casa, quando estiver doente ou quando alguma criança o estiver perturbando. 
      A área de serviço do apartamento – ou a lavanderia da casa – é o espaço mais adequado para hospedá-lo nos primeiros três meses, até que comece a se ambientar. 
      Se a porta da cozinha ficar permanentemente aberta, apele para um portãozinho. 
       
      Cama
      Quanto à cama, evite as feitas com vime, pois eles podem roê-las e acabar engolindo farpas e fragmentos perigosos para o trato digestivo. 
      Evite também as de náilon e plástico flexível, pois podem ser tóxicas. 
      Procure as feitas de tecido a base de algodão ou outras fibras naturais que sejam laváveis e sem botões que possam ser engolidos. 
      Camas de fibra ou plástico endurecido também são boas opções para seu cãozinho, pois são facilmente laváveis. Para torná-las mais confortáveis, use uma manta ou cobertor feito de algodão. O tamanho deve ser adequado à raça e não esqueça que os cães dormem encolhidos. 
       
      Casas
      As casas de fibra são as melhores opções, pois são facilmente laváveis. 
      As que são feitas de madeira trazem muitos problemas: facilitam a proliferação de pulgas e carrapatos nas frestas, absorvem umidade e urina e duram menos do que as de fibra sintética. 
      Se preferir acomodar seu cão dentro de uma casinha no quintal, procure o material adequado.
       
      Organize-se
      Antes mesmo de adotar um cachorrinho, procure definir algumas tarefas entre as pessoas da casa.
      Quem vai cuidar da sua alimentação? Quem vai cuidar da higiene? Quem vai levá-lo para passear?
       
      Segurança
      Verifique na sua residência se existe algum fio elétrico solto ou objetos frágeis que possam ser derrubados facilmente. Seu animal doméstico pode causar acidente com eles. Muito cuidado ao guardar materiais de limpeza, pesticidas, raticidas, pois essas substâncias são perigosíssimas. Até mesmo alimentos comuns e plantas podem causar problemas para a saúde do seu cachorro. Medicamentos destinados a seres humanos não devem, em hipótese alguma, ser utilizados para o tratamento de seu animal doméstico. Qualquer substância estranha ao corpo do animal pode ser fatal. Fique sempre atento com o comportamento do seu cão para detectar se ele está doente ou se machucou de alguma forma. Neste caso, leve-o ao veterinário. 
       
      DICA
      Quando o cachorro fizer xixi dentro de casa, limpe logo com vinagre ou produtos específicos para eliminar o cheiro. Pimenta-do-reino também age como repelente. Não maltrate seu bichinho: esfregar seu nariz no xixi e gritar com ele não adianta nada, só vai apavorá-lo.

      newsletter

      Avalie esta matéria:
      12966 visualizações
      Facebook Twitter Google Bookmarks Delicious
       seu nome
       seu e-mail
       e-mail do destinatário
       comentários
       
       
       
       
       
      215 caracteres disponíveis