mel pergunta
"Fitas de velcro são eficientes porque permitem abrir e fechar quantas vezes for preciso. Elas servem para reunir os cabos e fios e prendê-los, mantendo a área organizada."
Clique em "boa dica", acumule favos de Mel e troque por E-Books ou descontos na Loja OZ!

organizesuavidaorganizesuavida
  • Verificando Tweets...
    ozlojaozloja
    • Verificando Tweets...

      Saiba como sair do vermelho no Cartão de Crédito

      Dicas para se organizar com o cartão de crédito!

      Quem de nós nunca abriu uma fatura de cartão de crédito e se chocou? Quem de nós alguma vez não comprou determinado produto por causa das pequenas parcelinhas, que muitas vezes são as responsáveis por uma fatura de cartão de crédito assustadora que, pela facilidade ou indução, nos leva a optar por parcelar ou pagar apenas o mínimo da fatura, utilizando do fácil crédito rotativo do cartão, a juros altíssimos.

      Certo dia, próximo ao vencimento do meu cartão de crédito, uma funcionária da empresa de cartões entrou em contato comigo perguntando se eu queria parcelar a fatura a juros “baixíssimos” e, mesmo eu dizendo que não tinha interesse, ela insistia com o argumento de que eu poderia usar esse recurso para outras coisas, como viajar, comprar presentes etc.

      Fiquei chocada com a proposta que ela me fez, pois se eu fosse uma pessoa leiga, muito provavelmenteiria cair na conversa da funcionária e me prejudicar, achando que não tinha diferença, quando tem e muita.

      Atualmente, 30% das dificuldades financeiras dos brasileiros estão relacionadas como cartão de crédito, o que é muito preocupante, pois os juros cobrados giram em torno de 11% ao mês ou  238% ao ano, em média, os mais altos do mercado financeiro.

      Mas como podemos nos livrar dos juros avassaladores do crédito rotativo?

      Uma saída para quem está endividado com o cartão de crédito é trocar essa dívida a juros altíssimos por outra a juros menores. Recentemente, houve uma grande redução dos juros cobrados pelos bancos para estimular o consumo e diminuir o endividamento das famílias, colocando em patamares mais baixos os juros do empréstimo pessoal oferecido, que giram em torno de  1,8% ao mês.

      Para se ter uma idéia do que isso significa,vale analisar a simulação abaixo, tomando como base uma dívida de R$ 4.000,00, por 6 meses no cartão de crédito com taxa de 11% a.m. e a mesma dívida por 6 meses no empréstimo pessoal com taxa de 1,8% a.m.

      Note a expressiva diferença entre as duas dívidas e que, com um pouquinho de organização e atenção, utilizando o empréstimo pessoal oferecido pelos bancos, a juros significativamente menores, em apenas 6 meses é possível ter uma economia de R$ 3.029,75.

      O cartão de crédito deve ser utilizado como ferramenta de pagamento e jamais como linha de crédito. Entender a diferença das taxas de juros é essencial para sair do vermelho.

       

      Carollyne Mariano para a OZ!, economista e sócia da Atlas Invest.
      www.atlasinvest.com.br

       


      "Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

      newsletter

      Avalie esta matéria:
      10271 visualizações
      Facebook Twitter Google Bookmarks Delicious
       seu nome
       seu e-mail
       e-mail do destinatário
       comentários
       
       
       
       
       
      215 caracteres disponíveis