mel pergunta
"Organize seus espaços. Durante as operações de trabalho, você precisa organizar seu espaço para colocar os objetos que estiverem em uso."
Clique em "boa dica", acumule favos de Mel e troque por E-Books ou descontos na Loja OZ!

organizesuavidaorganizesuavida
  • Verificando Tweets...
    ozlojaozloja
    • Verificando Tweets...

      Organize-se e utilize os juros compostos a seu favor

      Aprenda a utilizar os juros compostos como seu aliado na busca pela independência financeira.

      Os juros compostos podem ser seu grande aliado na busca pela independência financeira. Vimos no artigo “Juros simples e juros compostos, entenda a enorme diferença” (link), a diferença entre os juros simples e os juros compostos, observando o efeito multiplicador dos juros compostos ou ainda o efeito bola de neve como muitos gostam de chamar, pois como os juros sempre se incorporam no valor principal, este vai aumentando e quanto maior, mais juros renderá.

      No dia a dia é possível observar, entre os diferentes tipos de investimento, o efeito dos juros simples e dos juros compostos.

      Quando o investidor compra um imóvel para alugar e todo mês recebe o mesmo valor pelo aluguel, está observando a rentabilidade com características de juros simples, pois todos os meses o valor recebido pelo investimento será igual. O mesmo ocorre com os investimentos em produtos do mercado financeiro se o investidor resgatar todos os meses a rentabilidade, pois como o investidor não permite que o capital principal aumente, a rentabilidade sempre será referente ao valor principal inicial. Assim se o investidor investe R$ 100.000,00 e recebe R$ 500,00 (0,5%) ao mês, durante 10 anos, ao final de 10 anos ele terá recebido R$ 60.000,00 de rentabilidade.

      Por outro lado, se o investidor buscar potencializar os seus investimentos e obter o efeito dos juros compostos, basta aumentar o valor principal investido reaplicando o rendimento, assim, se o investidor aplicar R$ 100.000,00 em título público, com rendimento de 0,5% ao mês, no primeiro mês a aplicação renderá R$ 500,00, e como o investidor não resgatará nada, no segundo mês o investimento renderá 0,5% sobre o valor inicial mais os juros (R$ 100.500,00), ou seja, R$ 502,50 e assim sucessivamente. Mês a mês o montante vai aumentando e, consequentemente, os juros também e ao final de 10 anos o investidor terá recebido R$ 81.939,00 e não apenas R$ 60.000,00.

      Logo, é possível observar que a diferença depois de 10 anos é de R$ 21.939,00 reais, aproximadamente 36,5% a mais. Observando o quadro abaixo, é possível verificar a evolução e comparar a rentabilidade desses dois tipos de investimentos.

       

      Carollyne Mariano; economista e sócia da Atlas Invest.
         Perguntas e sugestões: carollyne.mariano@atlasinvest.com.br
      www.atlasinvest.com.br

       


      "Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

      newsletter

      Avalie esta matéria:
      6883 visualizações
      Facebook Twitter Google Bookmarks Delicious
       seu nome
       seu e-mail
       e-mail do destinatário
       comentários
       
       
       
       
       
      215 caracteres disponíveis