mel pergunta
"Separe as camisetas de manga longa e curta e deixe seu armário mais prático e organizado."
Clique em "boa dica", acumule favos de Mel e troque por E-Books ou descontos na Loja OZ!

ozlojaozloja
  • Verificando Tweets...
    organizesuavidaorganizesuavida
    • Verificando Tweets...

      Dívida Zero: conheça o segredo

      Um discurso divertido do especialista Samuel Marques de como se livrar das dívidas

      Muitas pessoas têm dívidas. A maioria pode-se dizer. Mas é preciso viver sem dívidas. Eliminá-las por completo.

       Minha proposta é Divida Zero. Quero ajudá-lo a eliminar todas as dívidas. De antemão, quero que saibam que eu não sou amigo íntimo nem inimigo declarado de qualquer dívida. Não é nada pessoal, me entenda. A questão é que elas, as dívidas, insistem em andar sempre muito mal acompanhadas.

      Por exemplo, um casal de amigos que vive grudado nas dívidas é formado pela esposa “Despesa Financeira” e o marido “Risco de Inadimplência. Preciso admitir uma fofoca agora: detesto a “Despesa Financeira”. E acredito que você também não goste dela. Você conhece alguém que goste de pagar juros? Eu não conheço. Considerando que a taxa média de juros ao consumidor está atualmente na casa dos 4,5%, uma pessoa que mantém um dívida de 5 mil reais, pagará em média R$ 225,00 por mês somente a título de juros. Não se trata de amortização da dívida, mas apenas juros.

      Talvez o consumidor nem se conta de que a dívida está acompanhada da Despesa Financeira. Esta amiguinha da dívida é discretíssima. E muito cruel.
      Agora o marido dela também não é flor que se cheire. O “Risco de Inadimplência” apesar do nome charmoso é muito mal educado. E ao contrário da esposa, tão fina e discreta, ele adora um escândalo. Costuma até fazer uma lista pública das pessoas que se envolvem com ele: no Serasa, SPC e Seproc. Uma baixaria .

      Além da dívida mal acompanhada, existe também a Dívida mal casada. Recentemente descobriram o maior casal de caloteiros de São Paulo. E eu vou dizer o nome deles pra você: a mulher chama-se “Dívida” e o marido é o sr. “Desemprego”. pensou se a “Dívida de 5 Mil”, num ato impensado resolve se casar com o “Desemprego”? É bom nem pensar.

      outras Dívidas, mais moderninhas, costumam rejeitar o casamento e ficam de namorico com um bandido perigoso chamado “Descontrole nos Gastos”. É uma relação meio tumultuada, cheia de brigas e stress. Eu não sei se o sujeito faz parte do PCC, mas este namoro costuma ser muito perigoso.

      Você utiliza muito o cheque pré-datado? Está pagando apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito? Não sabe quanto gasta com roupas e calçados? Tem pavor de extrato bancário? Compra tudo em 12 pagamentos ou mais?

      Então eu acho que as suas Dívidas estão tendo um caso com o “Descontrole nos Gastos”. Tome cuidado. Por essas e outras é que recomendo às pessoas que eliminem suas dívidas. Trata-se de uma atitude que eliminará por tabela a convivência com toda esta gente .

      Dívida Zero é um objetivo plenamente alcançável para quem possua uma fonte de renda e tome duas decisões:

      1. Não fazer qualquer tipo de dívida nova a partir de hoje
      2. Dar prioridade ao pagamento das dívidas atuais

      Talvez isto não seja muito fácil de fazer, mas pense bem, vale a pena. Eu ofereço um diploma de dívida zero a cada leitor que me escrever contando a história de como conseguiu eliminar as suas dívidas. Em lugar de dívidas, despesa financeira e risco de inadimplência, não seria melhor ter um dinheirinho rendendo numa aplicação bancária? Eu acho que é. E você?

      Prof. Samuel Marques

       


      “Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

      newsletter

      Avalie esta matéria:
      9876 visualizações
      Facebook Twitter Google Bookmarks Delicious
       seu nome
       seu e-mail
       e-mail do destinatário
       comentários
       
       
       
       
       
      215 caracteres disponíveis